Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \29\UTC 2009

"Amor, a noite eu to aí"

"Amor, a noite eu to aí"

     As pessoas que namoram ou são casadas sabem bem o que eu vou dizer. Os conflitos de relacionamento, se não existissem, seriam preocupantes. Quando o casal já tem toda a intimidade do mundo, quando um caga e o outro escova o dente, um faz a janta e o outro dorme no sofá. Sempre que ocorrem essas situações, ocorrem os conflitos. E isso, caro leitor, é extremamente delicioso. (mais…)

Anúncios

Read Full Post »

O vexame

O melhor disso tudo,  que digam os pares, é que depois de toda a cachaça tomada sozinho (a), as coisas são entendidas e aquele porre da noite anterior serviu só pra deixar você mais perto do ataque cardíaco.

Read Full Post »

Hoje tem. Amanhã, não
Hoje tem. Amanhã, não

 

No começo parece que é tudo um sonho. Realmente é um sonho, caro leitor. Os dois se conhecem e parece que todos os ímpares se tornam pares. Tudo é lindo. Um gosta de futebol, o outro também. O drink pedido para o garçom é o mesmo para os dois. O beijo, por mais bafo que role, é aceito por ambos.

  (mais…)

Read Full Post »

"Ainda tenho um tantão assim de vida pela frente"
“Ainda tenho um tantão assim de vida pela frente”

     Ontem, assistindo o programa de entrevistas da  pseudo-jornalista Marília Gabriela, ví o Jô Soares. O gordo está na telinha há pelo menos meio século e já incorporou, de uma forma ou de outra, o cotidiano brasileiro. Acho que o Jô é um daqueles artistas que não merece e nem deve morrer. Outros exemplos são Ney Latorraca, Serginho Groisman, Andréa Beltrão e Evandro Mesquita (o famoso cara da Blitz!). (mais…)

Read Full Post »

          É bem engraçada essa relação do brasileiro com seu ídolo. Parece que a massa coloca o seu ator, cantor ou político preferido em um pedestal, comparando-os a santos. Não podem chorar, beber ou ter um desafeto no amor. Se algum desses fatores acontecer, acabou! De ídolo o fulano(a) passa a alcoólatra ou puta.

          Esse preconceito é triste, pois os que são realmente bons ficam esquecidos ou rotulados. A caninha quinzenal do nosso presidente fez dele um alcoólatra. A suposta opção sexual do Ronaldo Fenômeno e as baladas o tornaram um cocainômano inveterado. As brigas familiares do Nasi o condenaram a ser retardado mental sem escrúpulos.

 

(mais…)

Read Full Post »

writers-block (1)

Conversando com uma amiga recentemente, ela fez um comentário sobre alguns textos meus que acabou me deixando encucado. Ela fez uma observação sobre um pequeno detalhe que eu não havia notado antes. “Seus personagens nunca terminam o que começam”, disse.

O ponto foi muito bem observado. Vários deles começam seus textos, suas músicas… e não terminam. Seja pela lembrança de um amor que se foi, de uma decepção qualquer, ou simplesmente por não se sentirem inspirados para concluir o que começaram. Ou ainda, quem sabe, por estarem embriagados demais pelas doses de uísque que geralmente acompanham o doloroso digitar de cada tecla. 

 

(mais…)

Read Full Post »

No último domingo, publiquei aqui um artigo comentando o desempenho pífio da Ferrari na temporada 2009 do Mundial de F1. Lá, diante dos resultados da escuderia neste ano, falei sobre a possibilidade da equipe já pensar em desistir da disputa do campeonato deste ano e já focar seus esforços em seu carro para 2010.

 

(mais…)

Read Full Post »

Older Posts »