Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \27\UTC 2009

Sobre o edredom: "é... vai ser difícil"

Sobre o edredom: "é... vai ser difícil"

     Hoje vindo pra redação parei para pensar em algumas pequenas coisas, daquelas bem bestas mesmo, que me deixam irritadíssimo. Pequenas coisas que, se acontecessem de uma só vez, eu teria um ataque cardíaco fatal! (mais…)

Read Full Post »

"Ao vivo é só aqui mesmo"

Nos dias de hoje, nos são oferecidas inúmeras maneiras para que possamos acompanhar determinados eventos esportivos: tevê, internet, rádio, telefone celular… e por aí vai. Como estamos no Brasil, falemos sobre o futebol. Para quem tem em casa alguma tevê por assinatura, seja ela a cabo ou via satélite, já deve ter notado no pequeno atraso – chamado delay – que existe no sinal enviado para a tevê aberta e para a tevê por assinatura.

Geralmente, este delay é de três segundos. Apenas três míseros segundos. É, mas estes três segundos acabam com o tesão do peão na hora de ver um jogo de futebol.

(mais…)

Read Full Post »

  

"Corja de assassinos mauricinhos"
“Corja de assassinos mauricinhos”

Muito se julga o tão intitulado brega. Mais precisamente a música. Wando e Reginaldo Rossi. Os horríveis cantores! Há quem dia que a alta-classe paulistana odeia esse tipo de som. “Você é luz”? Só se for de neon. “Garçom”? Só se for do Fazzano´s ! Isso, na minha opinião, é simplesmente medíocre! (mais…)

Read Full Post »

Quando eu era pequeno, nunca tive um grau de fanfarronice elevado. Claro que eu aprontava das minhas. Já arranjei briga na escola, me envolvi em guerra de pedras com amigos da rua – levei a pior, por ser criado no carpete –, mas sempre tava metido numa encrenca. Contudo, eu gostava mais de me rachar de rir com as peripécias de meus amigos que aprontavam algumas coisas inacreditáveis. Tal característica ainda mantenho nos dias de hoje, até por ser meio sem gração.

Vindo para o trabalho nesta sexta-feira, por causa da chuva infernal que caía sobre a cidade pela manhã, em vez de caminhar até a redação, como costumo fazer, tomei um ônibus. Fora os 20 minutos que lá fiquei esperando o motorista voltar de sua cagada matinal, fui forçado a ouvir o diálogo de uma criança com sua mãe.

(mais…)

Read Full Post »

Homem_e_Mulher

     “Mulher é tudo teimosa”. É com essa frase coloquial que começo meu texto. Ouvi da boca de uma outra mulher que não me permitiria, de forma alguma, escrever em um sentido mais “jornalístico”.  Pois bem, chego da redação há pouco e em um dos transportes públicos que utilizo para a locomoção me deparei com duas cenas que confirmam bem essa frase. (mais…)

Read Full Post »

Para ela

“conheci muitas mulheres
e em vez de pensar
quem está trepando com ela agora?
eu penso
nesse instante ela está aborrecendo terrivelmente outro desgraçado”

Charles Bukowski


É incrível como certas coisas parecem ser escritas especialmente para você, não?

Read Full Post »

Paulo Francis: "Morri  de ódio. Esses filhos da puta não me deixam trabalhar"
“Esses filhos da puta não me deixam trabalhar”
     Pois bem. Após esse longo tempo sem me dedicar a este blog, resolvi voltar. Escreverei esse texto para ensinar a grande parte dos assessores de imprensa a trabalhar e dedicarei alguns parágrafos também para entrevistados malas que se julgam o dono do mundo.

     Os jornalistas, todos os jornalistas, dependem muito das assessorias de imprensa. Em contrapartida, a assessoria depende do jornalista. Ou seja, é uma troca. Porém uma troca injusta, pois se o assessor for um desgraçadão de marca maior, basta o jornalista mudar a fonte. (mais…)

Read Full Post »